quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009
Por estes dias....
Faz tanto tempo...
Tanto por dizer...
Tanto para partilhar...
Nesta breve passagem, quero dizer-vos que estou grata a todos os que passaram... e que finalmente o dia destes chegou....

Vou tentar voltar... nada de promessas.... mas fica a certeza que me sinto completa... e que finalmente vivo o que tanto desejei....

Deixo um abraço de saudade a todos e agradeço pela força que me deram, pela amizade partilhada....

E sim, amo muito e sou amada... sem sombras, sem angustias e acreditando que Agora Sou....

Um beijo doce....
 
posted by Desassossego at 04:42 | Permalink | 9 comments
sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008
pequeno desabafo
"Quase todas as pessoas, se mergulham no interior de si próprias nesta ou naquela circunstância, vêm a achar que o que elas desejariam era ter sido isto, aquilo ou aqueloutro.
(...)
- E a liberdade para o professor o que é?
- É a liberdade de se ser plenamente aquilo que se é. (...) Cada pessoa, o dever que tem na vida é ser plenamente aquilo que é e tornar-se contagioso, no sentido não de converter os outros àquilo que ele é - a tentação de muita gente é essa!-, mas de os outros serem exactamente aquilo que são eles próprios!"
Agostinho da Silva
Sou
Eu apenas
No sempre e no nunca
No - meu- olhar atento e por vezes mordaz
Que me tolhe os passos na Direcção
À calma e serenidade
Do verdadeiro gostar de mim.
Gostar de mim como o Todo que Sou..
Gostar de mim todos os Dias
No sempre e no nunca
No aqui e no agora
Sou apenas EU...
( Esta espera por Agosto mina-me por dentro, sinto-me no limbo... no presente que já não me parece meu... ansiando pelo amanhã que é tão longe... o importante é que Hoje te volto a abraçar e esqueço a distância... Sim, é como tu dizes não posso fazer a curva antes de chegar a ela... mas pronto, Eu Sou Assim... salva-me a certeza do Amor...
Tinhas razão o Professor Agostinho é muito interessante... )
 
posted by Desassossego at 04:28 | Permalink | 19 comments
sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008
Sei
Sei que estás à minha espera
Vou reencontrar o teu olhar meigo e doce
O teu abraço forte e seguro


Levo comigo a saudade, que ficará adormecida por uns momentos
Levo beijos doces, desejosos de se transformar em abraços
Levo o desejo no corpo... sei que estás no sítio do costume
 
posted by Desassossego at 06:02 | Permalink | 10 comments
quinta-feira, 24 de janeiro de 2008
Vou tentar...
... Adormecer a Saudade...
... Adormecer o desejo do nosso Agora...
... Adormecer o calor que me invade...
... Adormecer o teu sabor nos meus lábios...
... Adormecer...
... Adormecer...
... e acordar quando as palavras voltarem a ser abraços ... olhares...


PS: estarei no sítio do costume à tua espera para mais um feliz reencontro...
 
posted by Desassossego at 05:44 | Permalink | 16 comments
segunda-feira, 14 de janeiro de 2008
De volta
Já não escrevo há muito tempo, nem sei como hei-de de começar, nem o que partilhar… queria tanto contar-vos o que se passou na minha vida nos entretantos, o que fiz, o que senti… mas acho que era um texto longo demais… demasiadas palavras, demasiado olhar para trás, demasiadas recordações… parece outra vida, outro Eu… sai de casa, divorciei-me, vivi sozinha, voltei ao quarto de solteira da casa dos pais e finalmente estou de regresso à minha casa, que agora… enfim começo a chamar lar… tudo isto apenas num ano…
Agora só me apetece olhar em frente, esquecer do pouco amor que sentia por mim, da pouca vontade de viver, da pouca importância que dava aos meus sonhos e vontades… não me apetece recordar, não me apetece perguntar porque não tive força para me libertar de todo aquele faz de conta mais cedo, e me deixei enredar pelas convenções e expectativas que os outros fazem com as nossa vidas… passei de bestial a besta… mas pronto já passou… já reconquistei os meus pais, que perceberam que ser feliz é muito mais do que exibir um sorriso no rosto… acho que agora os deixo ser pais, já não tenho que tomar conta deles, finalmente posso ser a menina… afinal não é assim tão difícil…
Já gosto mais de mim, já não me consigo enganar… pronto, só um pouquinho, as vezes… mas eu chego lá…
O amor, principio e fim de tudo o que há… chegou finalmente, encontrei-o, ou fui encontrada??!! Não sei…aconteceu… mas tão diferente do que vivi, tão mais intenso e verdadeiro… tão mais eu, tão mais tu… tão mais nós… um nós que vai crescendo…
Os sonhos retomei-os… e tanto que há para fazer, pensar e criar…
Um dia destes mudo de cidade, 300 km para sul, deixo o emprego… e aí vou eu… só para ser mais feliz, adormecer e acordar todos os dias com o calor do amor…
Um dia destes vou, podem ter a certeza… já faltou mais…
Esquecendo o que passou e vivendo o agora.
Agora não finjo felicidade… sou feliz.
Agora não finjo amor… amo.
Agora… o eterno agora…


PS: vou tentar ser mais assídua por estas bandas, afinal todas estas mudanças começaram por causa de um blog… o mundo virtual tem destas coisas….
 
posted by Desassossego at 10:27 | Permalink | 12 comments
quarta-feira, 31 de outubro de 2007
...






Deixa eu te guardar
A casa é sua
Faz em mim teu lar,
Me reconstrua








Queira me habitar
Onde eu me escondo
Faz deste lugar
Só seu no mundo











Eu quero ser
Onde você Sossega a alma
Que chora e ri
E encontra a calma














Pra sonhar Sem Dormir
Vem acender
As luzes que Iluminam o meu coração
Vem ter comigo








Sua parte da amplidão
De minha parte
Eu estou aqui







Acho que encontrei as palavras que tanto te queria dizer, agora resta-me agradecer a Elba Ramalho.
 
posted by Desassossego at 03:38 | Permalink | 14 comments
sexta-feira, 7 de setembro de 2007
mais perto
Eu sei que é apenas uma separação fisica, três horas de viagem, duzentos e muitos quilómetros... mas pronto...



Aqui neste espaço que é meu, neste tempo longe do teu...
Fico à espera em que o tempo e o espaço sejam o Nosso Agora...

Mas sabe tão bem acordar ao teu lado
 
posted by Desassossego at 03:22 | Permalink | 14 comments